segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Às Vezes Eu Fico Nervoso

Autor: Jonas da Cruz Amaral 

Às vezes eu fico nervoso
          Sou tomado por uma sensação de loucura;
Perco a sanidade mental;
          Esqueço a minha bagagem cultural
E quebro coisas sem dó nem piedade
          Num ato de pura agressividade.
                                      
Isso foge da minha responsabilidade.
           Da maneira tola como encaro a minha ansiedade.
Não consigo controlar o que sinto; não sei o que fazer diante da situação.
               Sou instrumento de uma fúria que vem do fundo do coração.

Em certas horas me afundo em decepção;
              Não consigo lidar com a emoção.        
     

Nenhum comentário:

Postar um comentário