quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Sílabas Poéticas

Autor: Jonas da Cruz Amaral

Cobra-me as sílabas poéticas,
Mas eu não sou sonetista,
Prefiro as sílabas atléticas:
Eu sou poeta, sou artista...

E priorizo nos meus poemas a liberdade
Para registrar aquilo que vem do coração
Sem nenhuma porção de manipulação.
Sonetos meus ainda estão na puberdade...

Eu vim para bagunçar,
Desestruturar as estruturas,
Desestabilizar as escrituras...
Eu vim para amar’iscar.

Cobra-me as sílabas poéticas...
Entrego-lhe sílabas sintéticas.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário